Ultimas

04 junho 2019

[Resenha] Desencontros à beira-mar - Jill Mansell

Adicione ao Skoob ❤ Compre
“Desencontros à beira-mar”; autora: Jill Mansell; editora Arqueiro; 335 páginas.
     Esse livro é um dos recentes lançamentos da editora Arqueiro e foi uma grata surpresa pra mim. Quando li a sinopse já imaginava uma história fraca, com mais do mesmo e que me deixaria frustrada. Mas ao ler o livro percebi que a história apresentada é totalmente diferente do que eu imaginava. Acontece que “Desencontros à beira-mar” é uma verdadeira novela mexicana e eu amo demais isso!
     O cenário se passa em uma cidadezinha, próxima a praia, que, por ser pequena, tem aquele negócio de todo mundo saber da vida de todo mundo. E nela somos apresentados a vários personagens, cada um com uma história única e muito interessante. A principal é a Clemency, uma jovem muito bonita que tem uma irmã postiça chamada Belle.
     Um dia, durante uma viagem de avião, ela conhece Sam, um companheiro de viagem que se mostrou muito interessante, mas que ao final se revelou comprometido. Mas aquele encontro permaneceu da mente dos dois. Anos mais tarde eles se reencontram de uma forma muito inusitada: Quando Belle apresenta Sam como seu novo namorado.
     Belle é uma irmã um tanto difícil para Clemency, mas isso não faz com que Clem seja injusta com a irmã. Honrando o pacto em que uma jamais roubaria o namorado da outra, ela decide se afastar. Mas não parece uma tarefa fácil, já que Sam ainda corresponde os sentimentos. Além do mais, Belle não para de esfregar o namorado maravilhoso que tem na cara de todos ao redor. Então, para aliviar a situação, Clem decide fazer o clássico joguinho de fechar um acordo com um amigo, fingindo que estão namorando. O amigo em questão é o Ronan.
   Ronan é um rapaz muito bonito e, assim como Clem, trabalha em uma imobiliária. Os dois possuem uma amizade longínqua e quando Clem fez a proposta, ele não relutou em aceitar, afinal, ele não estava interessado em ter um relacionamento com mais ninguém além de uma moça que não queria mais nada com ele. Essa moça é Kate, uma jovem carteira que trabalha na região, com quem Ronan teve um rolo de uma noite que não acabou muito bem.
     Esses são apenas os personagens principais, mas muitos outros envolvem essa trama para tornar ainda mais cheia de reviravoltas, segredos, intrigas e paixões avassaladoras. Assim como as novelas mexicanas, como eu comparei, esse livro é cheio daquelas chichês que adoramos. Revelações bombásticas, dramas familiares, situações inusitadas e um humor de chick-lit. Uma história leve como a brisa do vento na praia.
    Cada personagem aqui carrega um grande segredo consigo. Alguns revelam para pessoas bem próximas, outros só a pessoa cúmplice do segredo sabe e outros preferem levar o segredo para o túmulo, mas não adianta fugir, a verdade sempre aparece.
“Tantos segredos [...] Todos nós os temos. Não é a nossa intenção, mas eles aparecem e tomam conta da nossa vida. E então temos que aprender a viver com eles, o que também nem sempre é fácil.” 
A amizade entre todos da vila é uma coisa linda! Todos se ajudam, todos se conhecem e, obviamente, todos fazem aquela fofoquinha básica de vizinhos. O livro inicia jogando vários problemas em foco, todos os personagens e seus problemas particulares e foi brilhante a forma como a obra finaliza resolvendo todos esses conflitos de uma forma que une todos os personagens. De forma espontânea, somos conquistados por carismas diferentes, por um humor contagiante e por situações emocionantes.
“Bom, se parássemos para pensar nas coisas antes de fazê-las, talvez nunca fizéssemos nada. Às vezes temos que agir por instinto e ir com tudo”
.


Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Estante da Josy
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates