Ultimas

27 agosto 2019

[Resenha] O mistério do chocolate - Joanne Fluke

Compre ❤  Adicione ao skoob ❤
“O mistério do chocolate”; autora: Joanne Fluke; Editora: Lua de Papel; 237 páginas.
     Hannah é dona da Jarro de Cookies, uma incrível confeitaria que vende os melhores cookies da cidade. Seu trabalho é seu maior orgulho e ela não tem medo de dizer que seus produtos são os melhores. Ela mora e trabalha em uma pequena cidade chamada Lake Eden, onde os policiais não possuem mais trabalho além de multar infrações de trânsito. Mas toda a calma dessa cidade acaba quando Hannah encontra Ron, seu distribuidor, morto em seu caminhão de entrega próximo ao comércio de Hannah. E o mais surpreendente é que ele for assassinado a tiros.
     Bill é o xerife da cidade e marido de Andrea, que é a irmã de Hannah. Após a notícia do homicídio se espalhar, Hannah acaba se envolvendo no caso sem perceber, quando começa a querer informações sobre quem teria matado Ron. De forma discreta, Hannah resolve ajudar seu cunhado a solucionar o mistério. Usando seus deliciosos cookies como a chave para atrair suas fontes, Hannah se mostra uma verdadeira investigadora se envolvendo cada vez mais no caso. O criminoso obviamente era local e poderia estar mais próximo do que ela imaginava, mas Hannah não parecia temer o perigo.
     Ron era amigo de todos e não tinha nenhum motivo para que alguém quisesse matar ele, mas conforme ela vai ouvindo as histórias de pessoas relacionadas, Hannah começa a fazer ligações entre supostos suspeitos e dessa forma consegue chegar a um segundo homicídio. Tendo dois casos na mesma semana em uma cidade tão calma, era óbvio que eles só podiam estar interligados.
Hannah não é só incrível na cozinha, também é sensacional em buscar respostas. Com uma mãe extremamente motivada em casá-la, um gato muito inteligente e um talento excepcional na arte de fazer cookies, Hannah cativa por proporcionar uma fantástica história de suspense com a leveza e doçura de chocolate.
"Infelizmente, no que se referia a Delores, qualquer ser ambulante do sexo masculino sem uma prisão por delito grave seria um candidato viável".
     A narrativa intercala em alguns momentos com receitas dos deliciosos cookies que Hannah faz na Jarro de Cookies, a descrição é tão bem feita que é muito possível reproduzir as receitas mencionadas em cenas tão importantes da trama. O livro tem como frase de efeito “Um suspense de dar água na boca” e eu não poderia concordar mais com essa frase. É exatamente isso. A forma que a história é apresentada é o diferencial! Livro leve, divertido, com um suspense e uma trama muito bem elaborada e com uma composição incrível. A ambientação bem trabalhada faz toda a diferença, é possível se envolver com a história, se sentir próxima dos personagens e do local descrito.
     Esse é o primeiro livro de uma série que não foi terminada aqui no Brasil. Só foram publicados aqui dois livros e, apesar de não ter previsão para que os outros livros algum dia cheguem aqui, acredito que vale muito a pena ler os que estão disponíveis. O segundo livro “O enigma do morango” já está na minha TBR de setembro e estou muito ansiosa para lê-lo. Nunca um suspense me divertiu tanto!

Receitas:
     Como mencionei, somos agraciados com diversas receitas no decorrer da narrativa. As receitas são reais e podem ser reproduzidas. São no total 7 receitas e são elas:

  • Cookies de chocolate
  • Cookies de gengibre
  • Nozes-pecãs
  • Pretos & Brancos
  • Delícias de cereja cobertas com chocolate
  • Cookies vintages de açúcar
  • Deliciosas barras de cookies de limão


Filme:
     O livro ganhou uma adaptação cinematográfica em 2015 pela Netflix onde o título foi alterado para "Um crime na confeitaria" ("Murder she baked" no Título original). Infelizmente o filme não está mais disponível do catálogo da Netflix e também não consegui encontrar em nenhum outro lugar, exceto na Looke, onde ele está custando R$ 42,90.
     Apesar de ter sido uma adaptação, eu diria que ele foi apenas levemente inspirado no livro. O filme traz muitas modificações em sua história, começando pelo cabelo marcante de nossa protagonista que deveria ser ruivo rebelde e no filme é loiro. No livro a primeira vítima é um homem chamado Ron, no filme é uma mulher chamada Melanie. E a principal suspeita do crime no filme acaba sendo o própria protagonista.
     Sinceramente, eu acredito que essas mudanças é o que estragou. A história do livro é impecável e já a do filme... Nem tenho vontade de assistir.
     Vou deixar um trailer do filme que eu consegui. Me desculpem ser inglês sem legenda, é que esse foi o único que eu consegui achar. (Parece que tentaram remover tudo sobre o filme e fingir que nunca existiu).

Trailer:


Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Estante da Josy
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates