[Série] #28 The Good Doctor

     Olá, como estão? Após um longo e tenebroso inverno, estou de volta!
     Na dica de hoje gostaria de dividir minhas impressões com vocês sobre uma série que eu estou totalmente apaixonada!
     The Good Doctor aborda o universo da medicina. E antes que alguém possa dizer que já existem muitas produções com essa temática, posso garantir que essa consegue emocionar de uma maneira única.

     Como personagem principal, temos o incrível Shaun Murphy (Freddie Highmore) que é médico cirurgião em residência. Shaun tem autismo e a síndrome de savant. E logo de inicio podemos perceber que o jovem doutor não terá vida fácil junto a seus companheiros e pacientes.
     O interessante desta produção é que temos flashbacks de momentos da infância de Shaun, junto a seu irmão e seus pais, ou seja, com isso conseguimos entender um pouco como foi sua vida até chegar no momento atual.
     E é ainda na infância que o doutor Aaron Schiff (Richard Glassman) acaba cruzando o caminho de Shaun, e isso mudará sua vida para sempre. O doutor Schiff inclusive, é o diretor do hospital onde o jovem residente inicia seu sonho de ser um grande cirurgião.
     Shaun têm alguns problemas em relação a sua adaptação no hospital, pois por sua condição ele acaba tendo maiores dificuldades em socializar com seus companheiros e até mesmo com os pacientes. Mas ele tem um grande diferencial: sua memória consegue decifrar os casos mais complexos, pois ele consegue “ler” o corpo humano como poucos.
     Até o momento a produção possui 10 episódios e neste final de ano teremos um pequeno hiatus, e sua volta acontece em janeiro. Alguns pontos altos dos pontos são a doçura e leveza que a série é trabalhada. É impossível não se apaixonar e querer colocar Shaun em um vidrinho, e protegê-lo de todos os problemas do mundo. Porém com o decorrer da trama, é visível o amadurecimento do personagem e como ele cria forças para lutar pelo seu sonho.
     The Good Doctor é sensível, forte, intensa e emocionante tudo na medida certa como só as grandes produções conseguem ser.
     Por hoje fico por aqui! Até a próxima resenha!
The good doctor

Nenhum comentário :

Postar um comentário