[Resenha] A poção secreta - Amy Alward

Compare e compreAdicione ao Skoob
     “A poção secreta”; autora: Amy Alward; editora: Jangada; 366 páginas.
     Samantha Kemi é uma jovem aprendiza de alquimia (que procurava descobrir remédios contra todos os males físicos e morais). Sua família era conhecida por ser braço direito do Reino e a mais competente do ramo, mas com os acontecimentos da última caçada selvagem, a família perdeu o posto e vive, desde então, reclusa. A lojinha de poções vive abandonada e não obtêm mais lucros.
“Meu maior medo é o anonimato. O esquecimento. A obscuridade.”
     Kemi deseja muito mudar isso e tem essa oportunidade quando é convocada pelo Chifre de Auden para uma nova caçada selvagem. Dessa forma, recuperará o nome da família, conseguirá dinheiro suficiente para reerguer a loja de poções e ainda garantirá o futuro de sua irmã. Sua missão é fabricar uma poção que será utilizada como antídoto para salvar a princesa Evelyn que foi envenenada.

     A princesa Evelyn tem tudo, só não tem um amor. Com a pressão de se casar logo, ela fabrica uma poção do amor (que é ilegal) para dar ao seu melhor amigo, Zain. Mas uma coisa da errada: ela é quem toma essa poção e acaba se apaixonando por si mesma. E essa é uma parte muito interessante. Fiquei admirada como os capítulos foram criados impecavelmente. É angustiante acompanhar a narração – muito bem elaborada - da princesa se apaixonando por seu reflexo e a cada dia tendo esses sentimentos sufocando-a. Achei incrível o desenvolvimento dessas cenas!  
     Enquanto isso, Sam, mesmo a contragosto de seu avô, decide participar da caçada, mas mesmo ela tendo a sabedoria necessária para salvar a princesa e recuperar o nome de sua família, a missão não será nada fácil. A tia da princesa, que até então estava exilada por praticar magia negra, foi convocada também e fará de tudo para sabotar as outras famílias, eliminando-as. Ela quer a coroa e não se importará de fazer o que for para conseguir.
     Mesmo que precise encarar a morte, Samantha está determinada a conquistar o objetivo. Só não contava com um rival que balançaria seu coração: Zain. A família dele foi a responsável pelos Kemi terem decaído (pelo menos é o que ela sempre acreditou) e eles, com suas poções sintéticas, entram no páreo para produzir o antídoto para a princesa.
     O livro é repleto de magia a cada página. Tinha tudo para ser confuso (por tratar de ficções), mas tem todo seu conteúdo bem explicado de maneira bem clara. Eu acho que é uma ótima indicação para os fãs de Harry Potter e aos fãs de infanto-juvenil no geral. Me senti totalmente envolvida e fisgada por essa leitura do início ao fim. Ele é o primeiro de uma trilogia que já tem o segundo publicado, intitulado ”A poção perdida”. Estou extremamente ansiosa para saber o que o futuro reserva para nossa garota alquimista.
     A obra possui uma trama original, imprevisível e uma narrativa leve e cativante. Os personagens são bem construídos e você consegue imaginá-los com suas características específicas. Apesar do Zain será aquele cara típico bonitão, ele também tem suas inseguranças (tanto que usa magia para mudar a aparência) e isso me fez simpatizar por ele.  Os capítulos são recheados de aventura e de amor em todas as suas formas. E por ser uma história tão única, me senti com a sensação de realizar uma leitura que valeu muito a pena.

Nenhum comentário :

Postar um comentário