[Poemas] #12 Toda vez que a lembro


Sua amada nao o responde, o que aumenta o desespero, a culpa aperta o coração. Memórias vêm à cabeça; fica sem ação. Contudo, fica com a certeza de que seu amor por ela é verdadeiro.


Toda vez que a lembro

Estou só e não estou
Que dilema
Perto e longe
Dois opostos tão próximos
Praticamente unidos
Assim estou com minha amada
Ela se cala, não reage
Não avisa
Nenhum sinal de vida
Fico perdido, sem ter o que fazer
Desespero bate, a culpa vem
Será que fiz algo errado?
Ou será que são apenas 'férias' temporárias
Para pensar, refletir
Para rever ações
Para colocar a vida em ordem
Me sinto aflito
Firo-me com isso
Tanto dentro como fora
Meu semblante cai
Toda vez que a lembro
Por dentro me destroço
Toda vez que a lembro
Me animo involuntariamente
Disfarçadamente
Por um instante
Quando me recordo dos momentos junto àquela presença indescritível
Toda vez que a lembro


Nenhum comentário :

Postar um comentário