[Resenha] Rose Madder - Stephen King

        Olá leitores, tudo bem? Hoje trago um livro do incrível Stephen King que foi escrito em 1995. Para quem já conhece o estilo do leitor, o livro traz uma história intensa e forte, e claro com aquela pitada de sobrenatural.
Sinopse:
“Ao se casar com o policial Norman Daniels, Rosie não poderia imaginar que seu sonho se transformaria em uma sentença de morte. Já nos primeiros dias ao lado dele, a verdadeira face desse homem se revela: Norman é sádico, perverso e cruel. Rosie é, a partir desse momento, refém do medo.
Depois de 14 anos de torturas físicas e psicológicas, Rosie parece despertar. Impulsionada por uma coragem repentina, foge para uma cidade distante e começa a reconstruir sua vida. Consegue um emprego, um pequeno apartamento e se vê estranhamente atraída por um quadro de força sobrenatural. Também conhece Bill Steiner e percebe que ainda é capaz de se apaixonar. Mas Rosie está longe de ter um final feliz.
Norman Daniels é um caçador experiente, e ela é a única presa capaz de satisfazer seu apetite sanguinário. Para sobreviver, Rosie precisará enfrentar o monstro quase mítico em que Norman se transformou, e a luta insana entre eles irá além do mundo real.”

        A obra não é a mais conhecida do autor, porém ao ler o livro tive uma grata surpresa. A história principal acontece em torno da personagem Rosie McClendon que vive um casamento com muitos abusos por parte do marido, o policial Norman.
        Desde o início do livro o autor já apresenta o inferno que Rosie enfrenta em seu casamento há 14 anos. Norman é policial, logo Rosie não consegue ver uma saída para seu martírio, pois ele tem a proteção dos seus amigos policiais para encobrir suas crueldades.
       Após anos de muito sofrimento, e uma surra que a faz perder o bebê, ela não aguenta mais e resolve fugir. Só com a roupa do corpo e com a cartão de crédito de Norman, ela vai em busca de um pouco de paz.
       Ela acaba chegando ao seu destino e encontra uma associação que a acolhe. Tudo é muito complicado no começo, mas só de não ter que apanhar todos os dias, não ter que dormir com gosto de sangue na boca, já vale muito a pena.
       Mas Rosie não consegue viver totalmente em paz, pois a sombra do policial parece persegui-la em todos os momentos. Quando ela resolve ir até uma loja de penhores para ver se consegue algum dinheiro vendendo sua aliança, ela encontra uma pessoa que a faz se sentir muito bem novamente, e principalmente, encontra um quadro misterioso que a cativa logo no início. Essa misteriosa obra mudará sua perspectiva sobre muitas coisas, é como se uma força viesse do quadro e ela não consegue explicar.
       Rose Madder é um livro que ressalta um cenário infelizmente muito comum nos dias atuais: a violência contra a mulher. É muito bacana ver o crescimento da personagem no decorrer da história.
Já Norman, é o típico vilão sem escrúpulos que não mede esforços para encontrar sua mulher e se vingar de sua fuga. Mas será que ele vai conseguir encontrá-la? Qual será o mistério do quadro, e por que ele causa tantos efeitos em Rosie? Bom, essas são perguntas que só serão respondidas quando o leitor se permitir viajar em mais uma boa história contada por King.
       Indico esse livro para quem gosta de enredos de superação e coragem na narrativa e com detalhes sobrenaturais já conhecidas na escrita de Stephen.
      Espero que tenham gostado, até a próxima resenha!

Nenhum comentário :

Postar um comentário