Ultimas

25 março 2019

[Resenha] Deixe-me voar - Marcela Millan

Compre ♥ Adicione ao skoob ♥
     “Deixe-me voar”; autora: Marcela Millan; Editora Estalo; 194 páginas.
     A Grande Guerra foi instaurada e com ela o destino de dois jovens de realidades totalmente diferentes são unidos. Amy nasceu em um circo, trabalha nele desde que se entende por gente. Ela e sua melhor amiga são trapezistas e exibem uma performance excepcional. Mas com o início da guerra, o público começou a ser cada vez menor, as pessoas passaram precisar usar o dinheiro do entretenimento para necessidades básicas, além do fato do medo de saírem estar bem presente.
     Do outro lado, Leon sentiu-se atraído pela Guerra desde que se iniciou. Ele queria ajudar o país, ser responsável pela salvação de seu povo e então mentiu sua idade para se alistar e foi aceito. Mas o que ele imaginou que seria breve, se prolongou por muito tempo, em situações cada vez menos humanas. O arrependimento não demorou para surgiu e muito menos a saudade de tudo que tinha deixado para trás. Mas uma vez na trincheira, não podia mais sair.
     Após um grande combate, o soldado é ferido gravemente e perde a visão de um olho. Enquanto se recuperava no hospital, ele recebe a convocação para retornar àquele lugar que ele já considerava um inferno. Já desesperado pra não voltou, ele resolveu fugir, encontrando abrigo no circo.
“-Escutem aqui, o circo abrigou a todos vocês sem nunca questionar! Eu posso ter nascido aqui, mas até para mim o Circo é como um santuário. E ninguém fecha as portas de um santuário. Seja para quem for”.
    Lá ele foi bem recebido, logo passou ter tarefas sendo delegadas a ele, as quais ele cumpria da melhor forma que podia, mesmo com suas limitações. Dessa aproximação, se desenvolveu uma amizade: Amy, uma pessoa muito altruísta, divertida e alegre, logo se encarregou de acolher o jovem fugitivo. Aquela atenção toda despertou nele um carinho pela garota. Ele notou que ela não era alfabetizada e se ofereceu para ajudar, enquanto ela aceitou em troca de ele aceitar aprender uma tarefa artística: malabarismo. 
    O relacionamento deles se intensificou, uma amizade muito sincera e intensa ganhou força enquanto ambos lutavam por um futuro em meio a tanta destruição proporcionada pela guerra. Mas havia alguém ali que não estava feliz com essa amizade e resolveu dedurar o paradeiro de Leon e, como o esperado, vieram busca-lo.
   Soldado desertor era tratado da pior maneira e Leon já aceitava seu fim. Mas o circo não deixa nenhum dos seus para trás, por isso planejaram um belo plano de resgate, ao melhor estilo circense de ação. Mas toda a ação não acaba quando Leon é recuperado, afinal, a guerra ainda está longe de acabar e as piores consequências começam a acontecer.
  Deixe-me voar tem Amy como uma protagonista muito girl power, que enfrenta as piores dificuldades com entusiasmo para vencer e, mesmo que tudo esteja desmoronando, ela continua de pé. O livro é emocionante e traz cada recomeço como um exemplo de aprendizado, de força, de motivação. Envolto de muita magia proporcionada pelo circo, uma história sensível é apresentada para o leitor que questiona, se emociona e não consegue parar de ler.
    É uma narrativa que consegue transmitir atualidade, consegue nos envolver na dor de cada personagem e também na emoção. Acima de tudo, é um livro inspirador. A esperança é o que move a trama e é o que deve ser transmitido para cada leitor.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 Estante da Josy
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates