[Resenha] Contos de quase fadas - Luana Minéia e Édna Póss

     “Contos de quase fadas”; autoras: Luana Minéia e Édna Póss; publicado de forma independente; 156 páginas.
CompreAdicione ao skoob
     Como o próprio título sugere, o livro traz contos com algumas referências aos populares contos de fadas. Mas ao contrário da versão infantil, esse é destinado ao público adulto, pois é necessária uma reflexão ao final de cada conto para compreender de qual história se trata e imaginar como seria o final baseado nos conhecimentos que já temos sobre as histórias. Já que esse final fica em aberto, o desfecho fica subentendido.
     O livro é dividido em duas partes. A primeira, chamada “Prelúdio” traz a história dos personagens que conhecemos, mas com uma personalidade e um roteiro diferente, carregando apenas algumas referências que nos ligam a história original. Na segunda parte: “Enlace” as autoras escrevem novos contos que complementam os da primeira parte, seguindo as mesmas características.
     Na maioria das vezes é fácil identificar de qual história o conto teve base, mas caso não consiga fazer a associação, ao final do livro há um índice contendo os nomes dos contos originais que inspirou o que foi escrito.

     A narrativa é em terceira pessoa e carrega um tom mais formal e um pouco sombrio. Provavelmente o tom ideal para se contar uma história do gênero.
     Outra coisa contrária é que os finais não possuem o tão conhecido “Feliz para sempre”. Acompanhando aquela mesma pegada do livro que resenhei há alguns dias “Veneno” e das séries “ Once Upon a time” e “Grimm”, o livro relata de forma mais adulta e séria, como se talvez as coisas não tivessem acontecido como nos contam. Ou talvez elas estejam ainda acontecendo de alguma forma, mas ninguém nos diz. Já imaginou?
     Gostei muito do conto “Expectadora” que faz uma releitura de Cinderela, mas elegi o “Entre varinhas e vassouras” como o meu preferido. Esse não é sobre um conto de fadas específico, mas sim desse universo em si, da magia de fadas e bruxas. A conclusão desse conto me deixou encantada. Nunca tinha pensado sobre o que foi exposto, mas faz todo o sentido e eu adorei.

     Os contos são curtos e é possível ler a obra rapidamente. A capa é maravilhosa até na textura e a diagramação, que conta com diversas ilustrações incríveis, ficou impecável. Perfeito para quem gosta de contos de fadas com uma característica mais dark, sem ser assustador em absoluto.

Sobre as autoras:

Luana Minéia 
A imagem pode conter: 1 pessoa, close-upÉ paranaense , nascida e criada em Conselheiro Mairinck. Sempre viveu cercada de histórias e livros. Muito influenciada por sua mãe, professora, ávida leitora e também escritora, apaixonou-se pelo universo da leitura ainda criança. Começou a escrever cedo passando por poesias, contos e crônicas. Seu romance de estréia foi "7 dias de Lázaro". Formada em nutrição pela Universidade Paulista (UNIP), exerce sua profissão sem deixar de lado o encanto pela magia dos textos literários.
Contato: luanamineia@gmail.com



Édna Póss 
Nascida e criada em um sítio no pequeno município de Conselheiro Mairinck, teve seu primeiro contato com o fantástico universo das estórias com as radionovelas, quando se reunia com a família para escutar as fabulosas tramas. Depois que conheceu os livros apaixonou-se de vez pelo literato e quando precisou decidir que profissão seguir, não teve dúvidas, formou-se em língua portuguesa e literatura. O gosto pelas histórias fê-la tornar-se escritora muito cedo, mas "Contos de quase fadas" é seu primeiro livro publicado. 

Nenhum comentário :

Postar um comentário