[Poemas] #13 Preocupo

 Nunca sabemos onde o amor pode nos levar a fazer, seja este amor por amigos ou não. Este poema reflete a forte preocupação de um amigo para com uma amiga. Ele sofre externo e internamente, pensando em apenas fazê-la feliz e vê-la realizada com seus trabalhos.

te ouço
te vejo
te cuido
preocupo
nego
tento não ver
não quero
tento esquecer
sofro
como que crucificado numa cruz
com a esperança de ver em ti uma Luz
por ti, apenas por ti o faço
mato-me pouco a pouco
o que amo tanto está em jogo
uma alma, uma vida, um amor
não me perderia tão fácil por pouco
mas por muito, loucuras faço
mato-me, sofro, 
que fracasso
se assim não fosse
íntegro estaria, sem defeitos
contudo, meu coração, cujos batimentos excedem ao de uma criança, espera ansiosamente
que tal sofrimento converta-se em alegria
e aquela que antes andava perdida
veja os frutos
e goze a vida pela vida

Nenhum comentário :

Postar um comentário