[Série] #13 American Horror Story - FOX

        Olá, como estão? Hoje trago a primeira resenha de uma série de drama/terror. American Horror Story é uma produção do canal americano FOX.
Resultado de imagem para american horror
A produção tem seis temporadas e a sétima tem estreia prevista para 5 de setembro de 2017. Cada temporada da série é sobre um tema diferente, isso torna a produção ainda mais interessante. Alguns atores acabam participando de várias temporadas, com personagens diferentes e em outras temáticas. O bacana desta produção é que além de ser do gênero terror, ela pode ser bem mais que isso, depende muito do contexto que é abordado na temporada.
Preparei um breve resumo sobre as seis temporadas e os temas abordados, espero que gostem!

Primeira temporada: Murder House

A primeira temporada é sobre a família Harmon, que se muda para Los Angeles em busca de tranquilidade e de recomeçar, após alguns problemas familiares. Bem Harmon (Dylan McDermott) acaba ficando atraído pela decoração da casa e principalmente pelo baixo preço. Ele, sua esposa Vivien (Connie Britton) e sua filha Violet (Taissa Farmiga), resolvem então se mudar para a casa.
Logo eles começam a perceber que a vizinhança não é nada comum. Apesar de notarem alguns fatos estranhos envolvendo a casa, eles tentam se adaptar a nova vida. Quando Moira O’ Hara (Frances Conroy) aparece na porta de Vivien se dizendo uma antiga governanta da casa, e se oferecendo para trabalhar lá novamente, ela aceita, sem saber que isso traria muitos problemas.
Ben é psicólogo e monta um escritório em sua casa para atender seus pacientes. Quando Tate (Even Peters) começa a frequentar a casa, Ben não imagina os conflitos que o jovem trará para sua família. O jovem tem muitos problemas psicológicos e tem um forte potencial para psicopatia.
Logo, eles não conseguem mais esconder os problemas que a casa apresenta. Palco para muitos assassinatos, a casa esconde muitos segredos. E muitos acontecimentos dão indícios de que eles devem se mudar o mais rápido possível, antes que seja tarde demais. Eventos sobrenaturais começam a atormentar a família que passa a não saber mais quem está vivo, e quem já está morto.
American Horror Story 1ª temporada

Segunda temporada: Asylum

A segunda temporada se passa em 1964 na Instituição Mental Briarcliff, e acompanha as histórias dos pacientes, médicos e freiras que os ocupam.
A instituição é comandada pela freira Jude (Jessica Lange), e foi criada para tratar de criminosos insanos.
Lana Winters (Sarah Paulson) vai até o instituto para investigar denúncias de maus tratos contra os pacientes. A irmã Jude responde suas dúvidas, mas Lana não se convence e resolve investigar a fundo sobre os segredos do lugar. Mal sabia ela que esse seria um grande erro. Sua orientação sexual é descoberta, e na época ser homossexual era considerado um desvio de personalidade, logo ela é internada contra sua vontade e acaba recebendo o “tratamento” que tanto queria denunciar.
Conforme os episódios vão se desenvolvendo vamos conhecendo os personagens e suas histórias, e no meio disso surgem temas bem polêmicos como experimentos anti-éticos em pacientes, nazismo, exorcismo, e muitos tipos de transtornos psicológicos, inclusive a psicopatia e serial killers.
Enfim, o cenário é perfeito para as mais incríveis bizarrices acontecerem, claro com uma grande pitada de drama e terror.
American Horror Story 2ª temporada 

        Terceira temporada: Coven

A terceira temporada aborda basicamente dois temas: as bruxas e a escravidão nos Estados Unidos. 300 anos após os tempos difíceis de Salém, e as bruxas descendentes da época tentam sobreviver e evitar a extinção do clã. Com isso, as garotas que tem poderes especiais são enviadas para uma escola em New Orleans.
Fiona (Jessica Lange) é a bruxa suprema e está disposta a proteger suas pupilas das possíveis ameaças que elas podem encontrar. Mas no decorrer da temporada, vemos que não existe tanta bondade assim nas intenções da bruxa suprema.
Zoe Benson (Taissa Farmiga) descobre que é bruxa de uma maneira muito traumatizante: durante uma relação sexual com seu namorado. E então depois desse acontecimento, ela é levada para essa escola especial.
Essa instituição é dirigida por Cordelia Foxx (Sarah Paulsen), que é filha de Fiona, e as duas tem uma relação meio complicada.
Outra temática abordada envolve a escravidão. E quando a série resgata personagens importantes nesse contexto. Marie Laveau (Angela Basset) que praticava vodu nos Estados Unidos e Delphine Lalaurie (Kathy Bates) uma suposta assassina em série. A interação dessas personagens na produção é algo muito interessante, pois se trata de uma relação de muito ódio e vingança.
E quando esses dois núcleos se encontram, através de Fiona que por acaso descobre Lalaurie enterrada em sua prisão eterna. Ao libertar a socialite ela acaba interferindo no pacto que existe entre as bruxas do Clã e as de Vodu.
Com isso, muitos acontecimentos são desencadeados na série, tornando a produção bem interessante.
American Horror Story 3ª temporada 

Quarta temporada: Freak Show

Essa é uma das minhas temporadas favoritas. Como o próprio nome já diz Freak Show quer dizer algo como show de horrores, ou bizarrices. Neste contexto, na pacata cidade de Júpiter, na Flórida, no ano de 1952, uma trupe circense acaba de chegar à cidade. Liderados por Elsa Mars (Jessica Lange), uma mulher cheia de segredos sobre seu passado, os membros desta trupe são diferentes dos circos tradicionais. Suas características são consideradas por muitos como bizarras.
Somos apresentados a mulher barbada Ethel Darling (Kathy Bates), seu filho Jimmy (Evan Peters) que tem mãos de lagostas, as irmãs Dot e Beete (Sarah Paulsen) que tem duas cabeças, entre outros.
Mas não são apenas os membros do circo que são destaques nessa temporada. Ainda somos apresentados a um palhaço muito sinistro Twisty (John Carrol), Stanley Denis O’Hare) e sua comparsa Maggie (Emma Roberts) que rodam o mundo atrás de pessoas com essas anormalidades e que são consideradas aberrações, e ainda um riquinho mimado com sérios problemas psicológicos chamado Dandy Mott (Finn Wittrock).
Todos estes personagens fazem parte dessa história bizarra de terror que envolve muito mistério e suspense.
American Horror Story 4ª temporada

Quinta temporada: Hotel

A quinta temporada da série é sobre um hotel. Claro que não seria um simples hotel. Trata-se de um hotel de horrores. Das seis temporadas até agora, em minha opinião é a mais fraca.
Tudo começa quando o detetive John Lowe (Wes Bentley) começa a investigar estranhos assassinatos por um criminoso conhecido como “o assassino dos dez mandamentos”, pois como o nome já indica ele comete os assassinatos com base nos mandamentos bíblicos. Algumas pistas são descobertas pelo detetive, e indicam o Hotel Cortez, então ele acaba decidindo se hospedar para poder investigar melhor, ele só não imaginou que sua vida se tornaria um inferno.
O hotel foi construído há muito tempo por James March (Evan Peters) com o intuito de ser um lugar para torturar pessoas. O psicopata pensou em sua estrutura com a intenção de atormentar sua vitimas. Ou seja, o lugar perfeito para se cometer crimes.
A atual dona do hotel é a Condessa Elizabeth (interpretada pela cantora Lady Gaga que faz participação nessa temporada como convidada), uma mulher cheia de mistérios que tem mais de 100 anos de vida. Ela é uma vampira e tem como seu companheiro Donovan (Matt Bomer).
A Condessa tem o hábito de sequestrar crianças, transformá-las em vampiros e cuidar delas. Uma dessas crianças é o filho desaparecido do detetive John.
E as histórias dos personagens acabam se cruzando, inclusive quando mais personagens vão aparecendo e ajudando a dar mais força para a história que é bem fraca em seu enredo.
Os mistérios vão sendo resolvidos e alguns episódios são interessantes, mas como um todo falta história, e sobram aparições da cantora Lady Gaga que acabou ganhando o globo de ouro por sua interpretação como a Condessa.
American Horror Story 5ª temporada 

Sexta temporada: Roanoke

Esta sexta temporada aborda maldições e lendas americanas. Roanoke é uma colônia inglesa que desapareceu misteriosamente entre os anos de 1585 e 1587. Com o sumiço dessas pessoas que moravam na comunidade, muitos mistérios começaram a envolver essa história.
A trama é contada sobre a perspectiva de um reality televisivo, Shelby (Sarah Paulson), Matt (Cuba Gooding Jr) e Lee (Angela Basset) narram os momentos de horror vividos em uma casa mal assombrada.
Nesta casa eles foram atormentados pela açougueira (Kathy Bathes) que junto com sua colônia costumam sacrificar suas vitimas durante a Lua de Sangue.
Só que essa maldição continua na casa, os mortos durante esse ritual continuam a assombra-la.  Como se não pudesse piorar, nas proximidades da casa mora a família Polk que tem o estranho costume de comer carne humana.
Na primeira metade da temporada os fatos são reconstituídos por atores, enquanto que as verdadeiras vitimas narram os acontecimentos. Então o reality termina com grandes números de audiência. Com isso, o diretor resolve elaborar uma segunda temporada e consegue convencer a maioria dos atores e as verdadeiras vitimas a passar mais 3 noites na casa, durante a amaldiçoada Lua de Sangue.
A partir dai o que vemos são acontecimentos cruéis, muitas mortes e sangue. A maldição fica mais intensa e promete não ter piedade das vitimas.
American Horror Story 6ª temporada

A sétima temporada vem sendo cercada de muito mistério sobre a abordagem. Tudo o que se sabe até aqui, é que a temática vai se desenvolver sobre as eleições dos Estados Unidos e foi intitulada Cult.
Bom meus queridos, por hoje fico por aqui! Até a próxima resenha!

Nenhum comentário :

Postar um comentário