[Poemas] #5 Desistir não vou


Um homem que insisti em manter aceso seu amor por uma mulher qual acha impossível conquistar. Nele, relata brevemente sua beleza, e seu vislumbre ao vê-la.



Desistir não vou

Desistir não vou
Pois o que quero é precioso
Jóia rara
Quero fazer conhecido
Expressar tudo o que é
Vislumbrar a beleza
O brilho, o contraste
Não esquecerei jamais de quando a vi pela primeira vez
Assim como o sol
Meus olhos brilhavam
Minha mente distante ficou
Pensamentos revolviam-se
Coração disparado estava
Oh...quão bela e formosa és
Estonteante
Brilho como de um sol
Valor inestimável
Algo raro de se ver
Incomparável ter

Nenhum comentário :

Postar um comentário