[Autores Independentes] #4 O trabalho das editoras

     Olá, leitores! 
     O sonho da maioria dos autores é ter seu livro publicado, não é mesmo? E já explicamos aqui que a autopublicação pode ser um meio para isso. Mas para quem quer dar mais um passo e publicar com uma editora, segue duas entrevistas com duas editoras que podem auxiliar nessa decisão tão importante.
     A publicação de seu original é o sonho de qualquer autor e é dessa forma que seu livro ganha mais visibilidade e praticidade em vendas. Uma autopublicação pode te ajudar sendo uma preparação para, se você desejar, realizar uma publicação com um editora.
     "Acho que uma publicação independente ajuda mais nesse sentido: explorar a voz literária que tu quer alcançar e entender os processos de edição; as vezes, explorando até novas formas de arte sobre o produto que uma editora não deixaria você fazer", conta Marcio Fernando, autor independente. (Para acessar a matéria sobre ele, clique aqui).
     Existem muitas formas de publicar e uma delas é por meio de uma Editora independente. A Chris Donizete, jornalista e publisher da editora Livrus, conta que a editora independente, assim como a tradicional, possui todos os serviços necessários para a produção do livro com qualidade e é uma ótima solução para que o leitor não fique sem publicar seu livro "O que um autor que acredita em sua obra deve fazer após ser recusado? Desistir? Nunca!", relata ela.
     E falando nas editoras convencionais... Essas também não ficam para trás no assunto. Cada vez mais as editoras vem participando ativamente das redes sociais para saber o que os leitores andam lendo e, dessa forma, um convite de publicação pode surgir. Mas cuidado, muitas editoras procuram histórias inéditas, portanto, publicar em um meio digital talvez não seja a melhor opção de ser notado, como conta Lillian Vaccaro.
     Para que vocês entendam melhor o processo de publicação por uma editora independente e uma convencional, entrevistamos duas profissionais que falam sobre o assunto: A Chris Donizete, jornalista e publisher da editora Livrus e a Lillian Vaccaro, editora chefe da editora Coerência.


Editora Livrus (Editora Independente)

Resultado de imagem para editora livrus

     Como funciona a publicação na Livrus?
     Assim como a editora tradicional, tem todos os serviços necessários para uma publicação com qualidade.
     Esses serviços compreendem: Recebimento do original, pré-formatação, revisão, tradução (quando necessária), versão para outros idiomas, diagramação, capista, conversão para outros formatos, tais como o ePub, impressão sob demanda, na tiragem que cabe no bolso do autor, parceria com livrarias para o lançamento para tarde ou noite de autógrafos e posteriormente, divulgação com assessoria de imprensa. Até em cursos e prêmios atuamos lado a lado com o autor.

     O que mais impossibilita a realização de novos contratos?
     O Valor que o autor teria que desembolsar para produzir a obra em todas as suas etapas.

    Qual é a média de custo? 
     O ticket médio gira em torno de R$2.500,00 a R$4.000,00. Isso depende do número de páginas da obra.

    E qual é a média de tiragem para um autor iniciante? 
     A partir de 30 exemplares podemos imprimir. Com a mesma qualidade editorial, de livros em grande tiragem. Esse número depende da expectativa do autor. Recomendamos em média na primeira impressão até 200 exemplares.

    Difere de um que já é conhecido pelos leitores
     Sim, com certeza. O autor conhecido, já tem fãs, fanclube, leitores, um circulo maior de amizades,  e isso faz diferença. 
     Um autor desconhecido conta com o seu círculo familiar e inicialmente dos amigos mais próximos.
     Há os fenômenos que estouram primeiramente na internet, com blog, vídeos, ganham milhares de seguidores e aí há o caminho inverso, eles são procurados pelas editoras para a posterior publicação.

    Vocês veem a autopublicação como algo positivo? E talvez uma forma de encontrar um potencial contrato de publicação? 
     Sim! Muito positivo. Nós realizamos sonhos. Originais que ficaram anos guardados, têm conosco a possibilidade de realização. Aqui, literalmente colocamos "Mãos à Obra!"
     Todos os autores que chegam à Livrus, só não publicarão conosco se esbarrarem na questão financeira. Além disso, somos muito flexíveis no parcelamento. Todo autor novo gera um contrato, que assegura ambas as partes.

    Você buscam novos autores em plataformas online (como o wattpad) ou de autopublicação, que se divulga nas redes sociais, para publicar pela Livrus? Quais são os critérios para essa escolha? E quais são os fatores que influenciam (acesso? visualizações?, comentário dos leitores?)
     Hoje estamos em um patamar que mais somos procurados do que o contrário. Recebemos inúmeras indicações de autores que já publicaram conosco, autores com mais de uma obra e nossas publicações em redes sociais geram procura por nossos serviços. Mas estamos sempre de olho no mercado editorial e no que acontece ao seu redor e autores/ escritores não estão só nessas plataformas...
     Professores escrevem livros, alunos escrevem livros (trabalhos de conclusão de curso ou mestrado viram ótimas obras), existem as biografias que exigem o ghostwriter, etc.
A Livrus é uma empresa jovem, que pensa grande e não tem um modelo engessado de negócios.
     Como Livrus Negócios Editoriais, não fazemos apenas livros e sim, todos os serviços que um autor necessita, que vai além de publicação. 



Editora Coerência


Como funciona a publicação na Coerência?
     Nosso sistema é pago. Estilo fiftyn/fiftyn . Onde tanto as despesas como os lucros são divididos  entre escritor e editora.

    O que mais impossibilita a realização de novos contratos? Qual é a média de custo? E qual é a média de tiragem para um autor iniciante? Difere de um que já é conhecido pelos leitores?
     Realmente o orçamento. Muitas pessoas vem até as editoras querendo a publicação de graça, mas com a crise e com o medo de investir em novos escritores, isso atrapalha bastante. Não tem como ter uma média de custo, o livro é orçado conforme , tamanho, gênero e vendagem. A média com a Coerência é sempre de 1000 exemplares, não importa se iniciante ou não, pois as gráficas (a parte mais cara na publicação) faz por offset ou digital, e o mais em conta é o offset, que só é feito a partir de 1000 livros. 

    Vocês veem a auto publicação como algo positivo e talvez uma forma de encontrar um potencial contrato de publicação? 
     Sim.

    Vocês buscam novos autores de plataformas online (como o wattpad) ou de auto publicação, que se divulga nas redes sociais, para publicar pela Coerência? Quais são os critérios para essa escolha? 
     Sim, mas tem que ter cuidado, pois as editoras querem histórias inéditas, e quase sempre não aceitam histórias que já tenham sido postadas de forma digital, pelo fato das vendas não serem tão boas, as pessoas q leem digital sempre lerão digital, pedem o físico mas raramente compram.

    E quais são os fatores que influenciam (acesso? visualizações?, comentário dos leitores?)  
     Acesso, visualizações, comentários dão um peso sim na publicação, mas nada mais de 10%.


Sobre a Editora Livrus:

     A LIVRUS é uma editora que oferece serviços essenciais à publicação, comercialização e divulgação de livros.
     É uma empresa que propõe alternativas viáveis entre a autopublicação e a edição tradicional. E que, através de suas soluções, integra autores e leitores através de um amplo e bem estruturado networking.
     Dentre as soluções desenvolvidas pela empresa destacam-se a LIVRUS.BIZ, a LIVRUS.COM e a LIVRUS.BIZ.

Sobre a Editora Coerência:

     Dinâmica, inovadora, eclética e arrojada, a Editora Coerência já chega ao mercado revelando seu diferencial: a divulgação dos autores nacionais, que têm tanta dificuldade em se fazerem notar.
     Criada não apenas para viabilizar a publicação de autores (ainda) não renomados, a Coerência conta com toda uma equipe de revisores, diagramadores, ilustradores, capistas e assessores, que preparam a obra para que esta chegue com qualidade à casa de milhares de leitores em todo o Brasil.
     Foi pensando em fazer com que sonhos tivessem vida que a editora-chefe, Lilian Vaccaro, formulou a Coerência, para que se tornasse não mais do mesmo, e sim um lugar onde o autor pode, acima de tudo, se realizar e ganhar experiência no mercado editorial.

Nenhum comentário :

Postar um comentário