[Resenha] A probabilidade estatística do amor à primeira vista - Jennifer E. Smith


Sinopse:
Com uma certa atmosfera de Um dia, mas voltado para o público jovem adulto, A probabilidade estatística do amor à primeira vista é uma história romântica, capaz de conquistar fãs de todas as idades. Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.



Minha Opinião Pessoal:

Geralmente existem dois critérios para me chamar a atenção em um livro: A capa e o Título. Fico tentando desvendar a história por esses dois elementos e adoro quando descubro no meio do livro. Bem, com esse livro também foi assim, este título tão cientificamente complexo me chamou atenção e pela capa com aviões e coraçõezinhos logo imaginei que seria um amor nas alturas, mas não conseguia decifrar qual era a da vestimenta, mas entendi logo que comecei a ler. E o motivo do título só fui descobrir no final.
O livro conta a história de Hadley que é obrigada a viajar para ir ao casamento de seu pai com uma outra mulher que ela mal conhece. Claro que ela não estava nenhum pouco animada para esse evento, mas, mesmo forçada vai. Mas o fato é que tudo conspira contra ela, diversos fatores implicam para que ela perca seu vôo. E então ela chega 4 minutos atrasada. Apenas 4 minutos mas que mudaram o rumo de sua vida. Você ja imaginou como teria sido seu destino se algo não tivesse acontecido como planejou? O destino de Hadley foi melhor do que ela imaginava.
Até antes da viagem ela conheceu um rapaz bonito e cavalheiro que pegaria o próximo vôo assim como ela (já que havia perdido o anterior) e por uma grande coincidência, o assento dele era próximo ao seu e assim, passaram a viagem toda conversando, se conhecendo, e... se apaixonando.
A viagem chega ao fim e Hadley tem que dizer adeus e voltar a vida real: Ao casamento de seu pai.
Mas nem tudo é tão ruim como ela imaginava e ela percebe que aquela viagem foi a melhor coisa que já aconteceu.
Encantador! Essa é a palavra que define esse livro tão lindo!

Classificação:


Trechos que marquei:

“- Foi melhor assim. Foi mesmo. Um dia você vai entender.
Hadley, porém, tinha certeza de que já entendia e achava que a mãe é que ainda não havia entendido tudo. Leva um certo tempo entre a ferroada, a dor e a consciência do que aconteceu.”

"-E vamos fazer 52 anos juntos em agosto.
-Nossa! - diz Oliver - Isso é incrível!
-Não diria que é incrível - diz a senhora piscando. - É fácil quando você acha a pessoa certa."

"É um beijo lento e doce e, ela sabe que este vai ser o que vai ficar em sua memória, porque, enquanto os dois outros pareciam pontuar um fim, este certamente marca um início."

4 comentários :

  1. Oi Josy. Nossa, só ouço falando bem desse livro. :) Morro de curiosidade para ler . Adorei a resenha. beijos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gih! Eu também ouvia falarem muito bem desse livro e foi isso que despertou minha curiosidade para lê-lo e agora não me arrependo de ter sido curiosa, é uma ótima leitura. Espero que você goste tmb :3
      Beijos

      Excluir
  2. Sim, essa capa me atrai muito a atenção e espero que a história seja tão linda quanto a trama. Venho desejando esse livro a um bom tempo. Espero gostar dele.
    Beijos,
    http://miiheomundoliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa sempre diz muito sobre o livro, por isso ela é tão importante, e nesse caso ela atraiu a uma história muito linda que vale a capa que tem haha.
      Espero que você goste tmbém, boa leitura!
      Beijos!

      Excluir