[SEMANA O MAL À ESPREITA, DIA 1]: Apresentação do livro.


 - Sinopse

Hotel Califórnia Álvaro Klein e sua esposa reúnem alguns amigos para passarem o feriado prolongado de Corpus Christi em sua casa de veraneio, no interior do estado. Por causa de um problema mecânico no carro, eles se veem obrigados a pernoitar no Hotel Califórnia — uma imponente e luxuosa construção no alto da montanha, afastado de tudo e de todos. Enquanto seu meio-irmão, Philip, viaja até a cidade mais próxima em busca de ajuda, o restante do grupo aproveita as mordomias oferecidas pelo estabelecimento.
Mas, quando um deles morre brutal e misteriosamente, o pânico toma conta do ambiente. A polícia é acionada, e todos são impedidos de deixarem o local para que possam prestar esclarecimentos sobre o crime. E é aí que a noite deles se torna a mais aterradora de suas vidas.
Em meio a eventos sobrenaturais, Álvaro e seus amigos presenciam morte atrás de morte. Enquanto tentam de todas as maneiras preservar suas vidas, surge a eterna dúvida se o grupo está lidando com um assassino cruel e psicopata ou alguma entidade sobrenatural enfurecida com suas presenças.

Quote:


“— Já mandei se identificar! — berrou.
— Meu nome é Álvaro — respondeu a figura, enfim, a voz saindo um fiapo —, minha esposa… meus amigos… — ofegou mais, catatônico, balbuciando nas palavras desco­nexas, incapaz de completar a sentença — alguma coisa… ou alguém… Por favor… me ajude! — suplicou e levantou os olhos.”

Curiosidades:

- Hotel Califórnia foi inspirado na música homônima da banda Eagles. Quem conhece a letra/tradução encontrará referências na narrativa.
- O processo de escrita foi relativamente rápido, levando um mês e meio para sua conclusão, desde o seu início.
- É o menor romance da autora, com pouco mais de 50 mil palavras.
- A.C. Nunes escreveu alguns contos de terror (e inclusive participou de algumas antologias com o tema), mas Hotel Califórnia é o seu primeiro livro com no gênero horror.
- Inicialmente, apenas um dos personagens sobreviveria (para a continuação do segundo livro), mas a autora decidiu deixar um casal vivo, pois começou a “shippar” os dois juntos.
- A descrição da estrutura do hotel no livro foi inspirada no hotel Blue Moutain, localizado em Campos do Jordão, cidade onde a autora vive.



Nenhum comentário :

Postar um comentário