[Resenha] O maior presente do mundo - Og Mandino e Buddy Kaye

Olá leitores queridos, hoje trago para vocês uma resenha de um livro que sou totalmente apaixonada!
Resultado de imagem para o maior presente do mundo livro
Muitos de vocês nunca devem ter ouvido falar desse livro, já que ele não é muito “famoso”. O maior presente do mundo é do autor Og Mandino e Buddy Kaye, foi escrito em 1978 e foi lançado pela editora Record.

Uma história de abnegação, para ser lembrada, e guardada como uma bela recordação.
Tulo Mattis é um garoto lapão que vive nas áridas e geladas terras no norte da Europa, a Lapônia. Com sua irmã Janna, seu pai Pedar Mattis e sua mãe Inga ele leva uma vida difícil, simples, mas feliz. O garoto tem um dom muito especial, a escrita. Tulo escreve poemas e histórias como o professor da Vila nunca tinha visto entre suas crianças.
“O Sr. Nobis mandou-me um livro de frases criteriosas. Na página 9, ele fez um circulo com lápis vermelho em toeno de uma dessas frases, de Sêneca, que dizia: Não há nada tão admirado no mundo quanto um homem que sabe enfrentar a adversidade com coragem. Eu gostaria de poder conversar com Sêneca, mas sei que ele está morto há muito e muito tempo.”pág 37
Quando tudo parecia calmo na vida da família Mattis uma tragédia se abala sobre eles. Isso faz com que o jovem perca a esperança em si mesmo e fique em imensa tristeza.
Uma tempestade de neve promete tornar tudo mais difícil. Seriam dias em que tudo se-ria uma imensa escuridão e o povo da aldeia não estava preparado para essa difícil passagem.
Tulo então tem um sonho. Nesse sonho ele construía uma pipa, a maior pipa do mundo, e com ela ele conseguiria capturar uma estrela.
Ah se os milagres acontecessem... Mas nesse livro e nesta história os milagres servem para aquecer nosso coração, e Tulo não seria esquecido...
Tulo com a ajuda das crianças da aldeia consegue capturar sua estrela. Ele a coloca em uma árvore. Mais a estrela de Tulo não apenas ilumina a aldeia como conseguia falar com o garoto. A estrela tinha um nome. Acabar veio à aldeia não só para iluminar, mas também para dar um presente especial.
“Tulo, você vive num mundo repleto de pessoas formulando desculpas por seu fracasso, porque é sempre mais fácil desistir do que continuar tentando. Não posso permitir que você caminhe por essa trilha de desespero. Vim até aqui para ajudá-lo a viver em paz consigo mesmo, a fim de que possa realizar seu destino com orgulho e o coração satis-feito. E é o que fará..... se prestar atenção às minhas palavras e também tirar bom pro-veito do meu presente.”pág 68
Mas a ganância dos membros da aldeia acabou por destruir a estrela. Tulo não iria desistir tão facilmente. Mas será que um milagre aconteceria novamente em Kalvala?
Foi então que Tulo conseguiu fazer outra pipa e capturar a estrela Lirra. E antes que a ganância destruísse sua outra estrela, Lirra decidiu dar lhe o presente que Acabar tinha prometido. “Credenda” são algumas palavras. Palavras preciosas e mágicas que podem transformar pessoas com sua força. Tulo escrevia todos os acontecimentos em seu diário e não foi diferente com a Credenda.
Tulo resolve libertar sua estrela e é ai que algo incrível acontece...
O final desse livro trás uma mensagem terna de bondade. Apesar da gélida Lapônia o coração do jovem Tulo sempre foi quente e cheio de amor.
Não contarei o final dessa linda história para não estragar as expectativas de quem ainda não teve a sorte de ler esse livro que é simplesmente mágico.
Não se trata de uma história infantil, seu significado só pode ser entendido se sentido com o coração. Indico essa leitura e confesso que divido com vocês um dos meus livros favoritos.
Esperam que leiam e consigam sentir toda ternura, esperança e amor que sinto por essas palavras.
Boa leitura a todos e até a próxima!


Nenhum comentário :

Postar um comentário