[Resenha] E se... - Giovanna Vaccaro

"E se..." (Editora Coerência ; autora: Giovanna Vaccaro ; 320 páginas) Já imaginou se você pudesse viajar no tempo para salvar as pessoas que ama? O pai de Logan deu a ele esse privilégio em forma de pílulas. Com a pílula  na boca, ele só precisa escrever uma data em um papel para se transportar para o destino escolhido. A invenção parecia maluquice, Logan também achou isso, mas resolveu testar já que não tinha nada a perder. Primeiro resolve voltar para a data em que conhece Olívia, uma garota que tenta assaltá-lo no dia em que se conhecem. No presente eles foram obrigados a ir para um reformatório. Ela, porque tentou um assalto e atirou nele por acidente. Ele, porque ao fugir, roubou um carro. Ele quer mudar esse passado para que ela não se sinta tão mal com esse acontecimento afinal, ele se apaixonou pela garota.
A invenção funciona e ele consegue mudar o passado trágico. Com missão cumprida, ele parte para a data em a mãe dele morreria com o intuito de salvá-la (esse foi o motivo da criação das pílulas desde o começo) e de fato conseguiu impedir sua morte, mas... outra coisa se complicou. A cada viagem que fazia para consertar o erro anterior, ele foi percebendo que às vezes não há nada que ele possa fazer para realmente consertar o que aconteceu. Às vezes tudo é o destino, e como diz na própria letra do Charlie Brown Jr: "Cuidado com o destino, ele brinca com as pessoas".



"Acontece que quando você comete um erro, acha que vai conseguir consertá-lo, mas depois se vê preso a ele a cada dia que passa, a cada minuto que corre, você se vê mais embaraçado ao erro e ele começa a se apoderar de você e então não tem mais como remediar, não tem mais nada que possamos fazer além de ceder".
Logan é puro amor e não pensa duas vezes em abrir mão de sua vida, de suas vivências, suas lembranças, para salvar aqueles que ele tanto ama.
"Beijar Olivia era a melhor sensação que poderia existir. Era muito melhor do que tirar nota máxima em uma prova de física, era muito melhor do que acordar de madrugada e ver que você ainda tem mais tempo para dormir, era muito melhor do que ler enquanto chove..."
O romance é maravilhosamente bem escrito, imprevisível e contagiante. Sabe aquela história que você se apega tanto que consegue se imaginar nele, como se pudesse encontrar os personagens a qualquer momento caminhando nas ruas próximo a você? É esse o sentimento que senti com esse livro: proximidade. Um livro rico em sentimentos e que te passa lições verdadeiramente importantes!



Para quem quiser participar do lançamento do livro e da tarde de autógrafos, a autora estará no dia 12/07 e dia 29/07 na Livraria Nobel do Shopping Metrô Tatuapé. E no dia 20/07 estará na Livrarias Curitiba do Shopping Aricanduva. Os eventos começam as 19h00.

Nenhum comentário :

Postar um comentário