[Resenha] Aos olhos de Zoe - Camila Pelegrini

"Aos olhos de Zoe" (Editora Coerência ; autora: Camila Pelegrini ; 394 páginas) O livro é um romance contado por um ponto de vista diferente: de uma cachorrinha. A Zoe. A partir dai vocês já conseguem imaginar o quão linda a história é. Mas nada do que vocês tentem imaginar consegue ser fiel a maravilhosidade desse romance. Um livro que atrai aos olhos, alimenta a alma e aquece o coração. E ainda te faz pensar: "O que será que meu cachorro diria sobre mim?" Se você não tem um cachorro, vai sentir vontade - mesmo que por um minuto - de ter um. E ser amada de forma tão intensa como só os cachorros podem amar.
Após ser abandonada na escadaria de um mercado em plena véspera de ano novo, Zoe é adotada por Melissa. A relação entre as duas acaba se tornando mais forte a cada dia, Zoe passa a conviver com Melissa e Lucca (marido de Mel) e a compartilhar todos os momentos da vida da moça, sejam bons ou ruins. Ela presencia o relacionamento de Melissa definhar, sempre sentindo mais do que os humanos conseguem sentir, sempre se mostrando presente nos momentos de dor e sempre passando lições de vida que só um ser tão doce, piedoso e carinhoso consegue transmitir.
"Estão tão acostumados a falar, que se esquecem de que as palavras têm valor. Acho, em minha humilde opinião canina, que deveriam escutar mais, falar menos e prometer menos ainda."
Zoe nos conta como vê em Melissa uma mulher encantadora, de grande coração e que merece ser feliz. E descobrem juntas que a felicidade vem quando menos se espera e dos lugares mais improváveis.



A história é de uma sinceridade tão pura que é impossível não se sensibilizar e se colocar muitas vezes no lugar. A forma como Zoe vê o mundo é admirável e a forma como ela é capaz de amar, é ainda mais fascinante!
Eu possuo o costume de marcar com post-its os trechos que mais me chamam atenção, mas com esse livro achei que meus post-its não seriam suficientes!


Há algum tempo atrás eu fazia resenhas colocando abaixo os trechos que havia marcado do livro. Com o tempo fui perdendo esse costume e colocando esses trechos pelo meio da resenha, mas com esse livro vou ter que abrir essa exceção, foram muitos trechos marcados e eu preciso compartilhar com vocês todos esses trechos encantadores que me fizeram rir, chorar e me apaixonar!

Trechos que marquei:


"E não pense que estou reclamando, pois não estou, de maneira alguma. Tenho absoluta certeza de que todos os que me deixaram em algum momento da vida não haviam tido alternativa. 
Aposto que ficaram tão machucados quanto eu. Da mesma forma que eu nunca os abandonaria, tenho certeza de que eles também não. Na verdade, por que qualquer um escolheria fazer algo tão triste e egoísta?"


"Não consigo evitar ter um carinho especial por crianças. Isso porque é nelas que encontro palavras espontâneas, críticas sem maldade, alegria contagiante e coração puro. Se existisse uma fórmula para pessoas perfeitas, esses seriam os ingredientes, e bem... O resultado seriam pessoas sempre crianças. Ou ao menos adultos com sua essência."


"Senti-me, então, extremamente diferente do ser humano que Lucca era. Quando minha bolinha preferida sumia, eu não desistia de procurá-la enquanto ela não estivesse de volta para mim. Eu não desistia. Não poderia, quando ela era de fundamental importância em minha vida. Todavia, mais do que isso, jamais a perderia de propósito daquela forma."


"Que caísse toda a água do mundo sobre mim. Enquanto Mel estivesse ao meu lado, eu poderia aprender a dançar sob ela."


"Mas o que fazer com a esperança? É este o sentimento mais insistente que eu conheço. Mesmo quando eu sei que não adianta esperar por algo, ela volta e me diz que adianta, sim, só mais um pouquinho, sempre mais um pouquinho, mais um pouquinho para sempre."


"Talvez a respiração seja necessária para que não morramos, mas o riso... O riso talvez seja imprescindível para que, além disso, possa-se viver de fato."


"Acho seguro dizer, portanto, que se minha vida é a obra de arte que tanto amo e valorizo, são meus amigos os pincéis e a tinta.


"Logo vocês perceberão que quanto mais próximas são duas pessoas, mais sem sentido são as coisas que dizem e que as fazem rir."


"Mas mesmo o amor, tal qual a semente, necessita ser cultivado, não importa quanta força possua. Se não houver água e respeito, luz e dedicação, não haverá meios para que floresça."


"-Estou no caminho certo então? 
-Você está me resgatando, resgatando quem eu sempre fui, então sim - respondeu - Mas esta noite você cometeu um erro muito grave, Gabriel. Não sei se devemos continuar tentando. 
A cor fugiu de seu rosto com as palavras de Mel. Gabe aguardou em silêncio que Melissa continuasse. 
-Fala, Mel - pediu quando se impacientou. 
-Você... - Ela inspirou longamente. - não trouxe comida. E eu gosto de comer."

E acrescento mais uma coisa: se eu ainda classificasse os livros com estrelas, esse livro teria o máximo permitido.

Boa leitura!


Nenhum comentário :

Postar um comentário