[Resenha] Ao meu ídolo, com amor - Mariana Pereira

Título:Ao meu ídolo, com amor
Autor: Mariana Pereira
Editora: Universo dos livros
Páginas: 328
Gênero: Romance / Policial

Sinopse:

Ao meu ídolo, com amor conta a história eletrizante e apaixonante da investigação de um misterioso assassino em série. Bernardo Monteiro é um jovem ator queridinho de todas as meninas do país. Sua vida parecia perfeita, até que, misteriosamente, suas namoradas começam a ser assassinadas. A experiente investigadora de polícia Ana Maria Paviani, que já solucionou casos praticamente impossíveis, tem o desafio de desvendar esse mistério, que parece não ter solução! Esses assassinatos só não lhe tiravam mais o sono do que a necessidade de contato entre ela e Bernardo. Dizer que não se gostavam era pouco para duas pessoas que não tinham a menor vontade de passar mais de dois segundos no mesmo ambiente. Mas eles não terão muita escolha depois do plano que ela e sua equipe desenvolveram. Essa história envolvente vai abalar as estruturas da vida de Bernardo e Ana Maria, principalmente quando alguém começar a se apaixonar...



Minha Opinião Pessoal:

Eu lamento tanto por estas pessoas que insistem em falar mal da literatura brasileira, insiste em achar que não pode ter uma boa leitura só porque o autor é nacional. 
Eu bato a mão no peito e digo: eu leio nacionais. E sim, eu gosto!
Confesso que minha primeira atração por este livro foi a capa, bem chamativa, impactante. 
Logo que iniciei a leitura, vi que seria uma leitura prazerosa, a escrita é bem desenvolvida, não tem enrolações e aquelas descrições tão cansativas. A autora chama atenção para o que é realmente importante.
Bem, a história se trata de uma jovem, Ana Maria Paviani, que, após perder seus pais assassinados por serem investigadores, resolve seguir esta mesma carreira e vingar a morte deles. Mas se vê atormentada a receber um caso que parece nunca ter solução. Ana trabalha já há anos no caso de Bernardo Monteiro, que tem todas as garotas com quem se envolve brutalmente assassinadas. Os crimes acontecem de formas diferentes, mas o que todos eles tem em comum são: a vítima sempre estava sozinha e sempre é deixado ao lado ou na mão do corpo um bilhete com os dizeres: "Ao meu ídolo, com amor." Já desesperada para encontrar respostas, Ana aceita uma proposta de seu grande amigo de equipe: fingir-se de namorada do Bernardo para investigar o caso de mais perto. Só assim ela poderia se confrontar com o assassino já que, supostamente, ela seria a próxima vítima. Mas os planos saem de controle quando um sentimento começa a surgir e pode colocar toda investigação a perder.

Li este livro em pouquíssimo tempo, eu ficava cada vez mais ansiosa para saber do desfecho. Apesar de se um pouco previsível, ainda assim causa algumas dúvidas. É envolvente e delicioso, uma ótima leitura!

Classificação:





Trechos que marquei:

"-O amor é uma droga que corrói o coração das pessoas, que mata, que machuca. Quem precisa dessa porcaria?"

Nenhum comentário :

Postar um comentário