[Resenha] Quem é você, Alasca? - John Green





Sinopse:


Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".

Minha Opinião Pessoal:

Eu acredito que não se pode escolher um livro favorito pois todos te completam de uma forma, mas se eu fosse escolher um escolheria este, pois ele é tão complexo e perfeito de certa forma, ele te leva para dentro da vida do Miles, ele te faz viver todas as aventuras e os trotes da Culver Creek, ele te faz amar Alasca Young.

Eu como uma fã incurável do John sou suspeita a falar, porém muitas pessoas conhecem mais "A Culpa é das Estrelas" porque foi lançando o filme, e eu sinceramente acho que depois disso acabou virando mais uma modinha, e eu sinto que com "Quem é você, Alasca?" vai acontecer a mesma coisa, todos vão amar Alasca e vão ficar procurando o seu grande talvez, o lado bom disso é que o livro vai ficar reconhecido, mas como sempre tem o lado bom também tem o lado ruim, e o lado ruim é que muitos fanáticos por este livro como eu vão sentir que essa joia vai virar mais uma modinha qualquer, todos vão virar fã e depois vão esquecer. 

Acreditem na opinião de quem já leu essa joia mais de cinco vezes, leiam e releiam e não vão se arrepender, a Alasca é totalmente apaixonante, ela é espontânea e vocês vão querer viver cada aventura ao lado dela. Quando lançar o filme vou assistir e mesmo virando modinha vou continuar sentindo que a Alasca, o Miles e o Coronel de certa forma foram meus também. 

Os meus adjetivos para este livro são: perfeito, complexo e apaixonante.

Classificação:




Trechos que marquei:

"Chega uma hora em que é preciso arrancar o Band-Aid. Dói, mas pelo menos acaba de uma vez e ficamos aliviados."

"Vocês fumam para saborear. Eu para morrer."

"Você precisa entender que sou uma pessoa profundamente infeliz."

"Se as pessoas fossem chuva. Eu seria garoa, e ela um furacão."

"Saio em busca de um Grande Talvez"


Escrito por: Heloisa Figueiredo

2 comentários :

  1. Tenho este livro na minha estante para ler, mas como já li tanta coisa má sobre ele que nem me dá vontade para pegar nele =(
    Mas gostei tanto da sua resenha que vou pegar nele só por causa do que disse :D

    Adorei o seu blog e já estou a seguir :D
    beijinhos

    http://ddocesonhadora.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/ddocesonhadora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Daniela!
      Fico feliz em despertarmos o seu interesse no livro e espero que goste tanto quanto a nossa amiga Heloisa gostou *-*
      Obrigada por sua participação, seja muito bem vinda!
      Beijos

      Excluir