[Resenha] Para sempre (Os imortais) - Alyson Nöel

Sinopse:

Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.


Minha Opinião Pessoal:

Ever deveria estar morta, mas inexplicavelmente ela foi salva enquanto toda a sua família morria. E por conta desse acidente que ela se culpa sempre, ela adquire algumas habilidades especiais. Ao encontrar com um rapaz muito bonito, o qual ela não consegue nem ler sua mente e nem ver sua aura, ela passa a descobrir todo o passado do qual ela não se recorda. De todas as vezes que Damen a salvou. Do amor que perdurou séculos...
Bem, o que me incomodou neste livro foi a falta de autenticidade dele. Ele parece uma boa cópia da saga crepúsculo, TUDO é muito semelhante. Diria que foram semelhanças demais para considerar coincidência. Além do fato de Ever desconfiar que Damen é um vampiro por conta de todo o comportamento dele, tem também o fato de que o livro que os aproxima é "O morro dos ventos uivantes".
Mas apesar de tudo isso, o livro tem uma boa história que é escrita maravilhosamente. A autora prende a atenção e nos faz se apegar aos personagens. A nutrir todo tipo de sentimento. Pode ser um pouco clichê, mas não deixa de ser interessante e viciante!

Classificação:


Trechos que marquei:

"-Regras existem para serem quebradas. Caso contrário, a vida seria muito chata."

"-Jamais daria a você uma rosa branca- ele diz, os olhos buscando os meus. [...] -Pra você, só tulipas. -diz Damen, sorrindo. -Só tulipas vermelhas."

"Sei que soa estranho, talvez um tanto maluco, mas quando ele abriu a boca e falou não ouvi nada mas a minha volta. Sério, foi como se eu, em um momento, estivesse ouvindo pensamentos e vozes ao acaso e, em outro, começasse a ouvir isso:________."


Escrito por Josy Souza


Nenhum comentário :

Postar um comentário