[Resenha] Cidade dos ossos (Instrumentos mortais) - Cassandra Clare

Capa:


Sinopse:

Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando a jovem Clary decide ir para Nova York se divertir numa discoteca, ela nuca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece no ar e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Minha Opinião Pessoal:

Um primeiro comentário: Já fiz o pedido do segundo livro!
Fiquei apaixonada por este livro do início ao fim e quero mais!! Estou ansiosa pelo próximos. Os personagem possuem uma personalidade cativante. Cassandra Clare também não economizou no suspense! Eu ficava tão apreensiva a cada página e me surpreendia cada vez mais à medida que ia lendo.
Clary possuia uma vida monótoma de adolescente totalmente normal até ir em uma festa onde vê demônios, vê crimes que ela jamais havia presenciado na vida e mal sabia ela que aquela seria a sua verdadeira vida se sua mãe não tivesse a privado dela. 
Jocelyn, a mãe de Clary, é raptada, Luke, amigo de sua família e seu "quase padrasto" não quer mais vê-la. Então ela se vê sozinha em um clã de caçadores de sombras desconhecidos e juntos, acabam descobrindo segredos sobre a sua verdadeira vida. Não só ela, mas Jace, um dos caçadores de sombra, descobre que sua vida também era uma "farsa" e tem de escolher que destino deve seguir. 
Roí muito as unhas nos últimos capítulo porque fui automaticamente desvendando os mistérios e ficava surpreendida. Minhas reações de espanto eram as mais variadas. Desde "Eu não acredito, #$@#$", até "Eu sabia, eu sabia!"
Enfim, fiquei encantada com todo o desenrolar da história e já fico imaginando o que está por vir.

Minha Classificação:




Trechos que marquei:

"Se havia uma coisa que ela estava aprendendo com tudo isso era a facilidade com que é possível perder tudo que se pensa que será para sempre."

"Estava rindo porque declarações de amor me entretêm, sobretudo quando não há recíproca."

"-Vai doer? - Clary perguntou apreensiva.
-Todo conhecimento dói - ele respondeu e se levantou."

"-Bem, não é um bolo de aniversário - ele disse, dando um pedaço a ela -, mas espero que seja melhor do que nada.
-"Nada" era exatamente o que eu estava esperando, então, obrigada. - Ela mordeu um pedaço. A maça tinha gosto verde e fresco.
-Ninguém deveria ficar sem nada no aniversário. - Ele estava descascando a segunda maça, a casca saía em tiras curvilíneas. - Aniversário têm que ser especiais."

Ps.: Gente, existe uma adaptação (filme) para este livro, assistirei neste fim de semana e postarei uma avaliação dele aqui ;)
Beijos





Nenhum comentário :

Postar um comentário